debate UNIVESP na FSP

Hoje na FSP foi realizado um debate sobre a UNIVESP e o financiamento das Universidades, já que esses têm sido temas bastante discutidos nos últimos tempo e que inclusive têm pautado a questão da greve estudantil na USP, na UNESP e na UNICAMP.

 A idéia inicial era ouvir do diretor da Faculdade, o professor Chester Luis  Galvão Cesar, da presidente da Comissão de Graduação, professora Regina Mara Fisberg, de um representante da ADUSP (Associação de Docentes da USP) e do Centro Acadêmico Emílio Ribas as posições de cada um a respeito dos temas propostos.

Compareceram ao debate o prof. Chester e o Centro Acadêmico, além de um representante do DCE (Diretório Central dos Estudantes).

A discussão centrou-se na avaliações de cada um sobre os reais benefícios ou problemas que podem acarretar a aprovação do projeto de Ensino à Distância, principalmente para a graduação e em cursos que habitualmente sofrem com a precarização do ensino público, como é o caso das licenciaturas, primeiros alvos do projeto.

O diretor focou a defesa do Ensino à Distância na importância das inovações tecnológicas para o ensino e que não utilizadas normalmente pelo ensino presencial, fazendo com que os estudantes consigam desenvolver-se melhor como pesquisadores; além disso, seria a promoção de maior acesso da população ao ensino superior.

A visão do CAER e do DCE, em contrapartida, é de que a UNIVESP surge num contexto de ampliar sim o ensino superior, porém de uma forma limitada e precária, já que itens básicos de uma boa formação não estão contemplados pelo projeto.

Na assembléia geral de estudantes da USP de hoje, esse tema será discutido novamente, assim como a possibilidade de greve nas universidades.

ASSEMBLÉIA GERAL – 28/05, 18h no vão livre da História.

Para saber mais sobre a UNIVESP: www.univesp.blogspot.com.br

 

obs: semana que vem, dia 04 de junho, contaremos com a presença do professor Chester no debate sobre a aprovação e implementação do curso de graduação em Saúde Pública na FSP.

dia 04 de junho, às 13h30 – sala Paula Souza (FSP/USP)

Anúncios

ENENUT 2009!

CONTAGEM REGRESSIVA PARA O ENENUT 2009!

O ENENUT (Encontro Nacional de Estudantes de Nutrição) é o maior fórum deliberativo da ENEN (Executiva Nacional de Estudantes de Nutrição) e portanto é um espaço privilegiado de discussão, debates e perspectivas de conquistas do Movimento Estudantil de Nutrição para @s estudantes.

Neste ano, o XXVI ENENUT, com o tema “Soberania dos Povos: Um outro Olhar para o Brasil”,   ocorrerá na Universidade de São Paulo de 20 a 26 de julho na Cidade Universitária, São Paulo-SP.

Está sendo construído pela Executiva Nacional dos Estudantes de Nutrição e  Comissão Organizadora local, formada por alunos de nutrição da USP e por egressos deste curso.
.
Neste ENENUT haverá espaço para divulgação de Trabalhos Científicos, que poderão ser enviados para apreciação da CO até o dia 26 de junho, com resumo de até 300 palavras e devem atentar para o temário do encontro.
.
ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O XXVI ENENUT!
.
mais informações no site do encontro: www.enenut2009.cjb.net
.
ainda com dúvida? escreva para: enenut_09@yahoo.com.br
.
Esperamos vocês!

para entender a greve na USP

Após 14 dias de greve,  acontecerá aprimeira negociação da pauta conjunta dos funcionários, estudantes e professores.

Esta negociação será realizada na reitoria da USP, dia 18 de maio, às 14h,  diante da calorosa presença de muitas centenas de funcionários da USP em greve, juntamente com estudantes e professores das 3 universidades estaduais paulista.

Trata-se da negociação entre o CRUESP (Conselho de Reitores das Universidades do Estado de São Paulo) e o Fórum das Seis (reunião das três associações de professores e dos três sindicatos das universidades, mais os DCEs e representantes do Centro Paula Souza), que se reunem periodicamente e deliberam sobre as reivindicações do movimento.

O SINTUSP (Sindicato de Trabalhadores da USP) lançou no dia 14 de maio de 2009 uma carta à população, explicando sobre a greve e as pautas do movimento de funcionários. Leia aqui.

A greve de estudantes continua sendo pauta das assembléias dos mais diversos cursos e muitos desses decidiram pela participação na paralisação do dia 18 com ato em frente à reitoria, assim como os professores, em assembléia no último dia 12.

Mais informações em: http://www.sintusp.org.br , http://www.adusp.org.br